♥ postado em 07, Fevereiro de 2018 • sobre: Destaques, eventos, moda, semanas de moda, tendências, trends
Alta Costura em Paris! #PFW

A semana de Moda de Alta Costura rolou há alguns dias, em Paris, e foi, honestamente, maravilhosa. Nenhuma grande nova tendência, ou grande diferença, mas as roupas estavam lindas, com silhuetas variadas, daquelas que mais valorizam as curvas femininas, a la Elie Saab, àquelas mais sessentinha, soltas com tubinhos e alfaiataria, a la Jean Paul Gaultier.

On y va, mademoiselles?

ARMANI PRIVÉ

Não é difícil encontrar a inspiração da Armani Privé, e o nome de sua coleção: Nuvens.

A elegância está sempre presente em suas criações, e nessa temporada, brincando com as nuvens do céu, a gente se sente assistindo as nuvens viajarem entre a manhã e a noite, entre o crepúsculo e o amanhecer. Com uma paleta de cores composta de tonalidades de rosa, roxo, azul, preto e as variadas cores que compõem o céu da Armani Privé.

Seja em vestidos tubinho, uma alfaiataria sedutora, volumes direto dos anos 80 ou até mesmo shorts e casaquetos, a coleção mostra que não tem nada de boring ou infantil nas nuvens, e que o dia pode brilhar tanto quanto a noite, mas seja lá qual for a hora, “estar nas nuvens” está super in.

CHANEL

O desfile de Karl Lagerfeld não poupou nada em brilho e texturas, foi o perfeito jardim Chanel! As flores estão em todos os lugares, nos bordados, estampas, acessórios na cabeça e como todo bom desfile da marca, em toda sua decoração.

Segundo Lagerfeld, ele estava “sentindo o ‘je ne sais quoi’ francês'”; pois a gente sentiu também, Monsier.

Uma paleta de cores predominantemente suave, com explosões de cores aqui e ali, também se encontram os típicos azuis e pretos da marca. Uma coleção BEM primavera verão, achei linda.

DIOR

Maria Grazia Chiuri teve uma inspiração clara ao desenvolver essa coleção: Surrealismo.

O desfile da Dior aconteceu em uma tenda no jardim do Museu Rodin, dentre esculturas de partes do corpo humano penduradas no teto, e tecidos cobrindo suas paredes. As formas estavam em todos os lugares, e os looks traziam tanto a feminilidade da silhueta feminina, quanto estampas e cortes que mergulhavam no tema escolhido, e não nos deixavam esquecer qual marca estávamos assistindo.

A paleta de cores foi basicamente preto e branco, segundo Maria Grazia, as cores do subconsciente, mas com poucas peças em outras cores, tais como metalizados suaves, se transformando transparências, penas, bordados e brilhos.

ELIE SAAB

Não dá pra mentir, os desfiles de Elie Saab são sempre os nossos favoritos. Se não sempre, pelo menos, 99% das temporadas. Essa temporada, não foi diferente.

Nessa Primavera Verão 2018, o estilista libanês mais queridinho de Hollywood trouxe uma coleção inspirada em art déco, nos glamourosos anos do jazz e uma fusão de suas referências.

É difícil imaginar querer se passar despercebida usando um vestido Elie Saab, né? Conhecido por suas transparências, brilhos e recortes sensuais, a coleção não falta em nenhum dos três requisitos. A paleta da coleção é composta por variedades de rosa, dourados, azuis, prateados e como toda boa art déco, preto. A mistura entre elas,suas tonalidades, que em sua maioria remetem à bebidas da época e os padrões da arte (olha o bordado, pra ver se não é fácil encontrar!), definem essa coleção que teve seu desfile finalizado com uma dos vestidos mais lindos que eu já vi na vida. Tá lá embaixo, no bônus, olha lá!

GIAMBATTISTA VALLI

Quem me conhece pessoalmente, já falou comigo de Moda ou já leu meus posts sobre Alta Costura, já está familiarizado com meu amor por esse estilista italiano. Eu sinto um prazer imenso de ver essa coleção e mostrar pra vocês, pois aí é fácil fazer vocês entenderem essa minha admiração.

A coleção de Giambattista Valli, meu queridinho, veio de um jardim, mas não francês, como Lagerfeld, mas sim inglês. Tem diferença, Yasmim? Tem, chérie.

A coleção é um passeio por um jardim inglês, com uma paleta de cores feita exatamente do que se encontraria em um jardim: tonalidades de rosa, roxo, verde, branco e preto. As texturas e formas das pétalas a gente encontra nos bordados, decotes, bainhas, recortes e em várias formas pelos looks.

Sempre um dos meus faves, e continua sendo. A coleção tá linda, feminina, poderosa, sensual e delicada ao mesmo tempo, você é um dos grandes, Maestro Valli.

GIVENCHY

O que falar sobre Clare Waight Keller na Givenchy, que só ta na primeira coleção de haute couture mas já considero pacas? Não se deixe enganar pelos meus looks favoritos, a coleção é uma eterna contradição entre o masculino e o feminino, cada peça trazendo sua característica de cada, sendo volumoso e brilhoso, com uma peça de alfaiataria, cobrindo parte dessa forma; muitas cores, contrastando com o preto… O resultado ficou incrível.

A coleção tá linda, repleta de peças super desejo, com aquele toque de haute couture necessário, com penas, brilhos, franjas, plissados, bordados, ombrés e muito tecido.

“Uma alma velha em uma reencarnação”, segundo a própria, pois adorei essa nova vida. Vida longa à couturier.

JEAN PAUL GAULTIER

Jean Paul Gaultier é aquela pessoa maravilhosa que não faz, acontece, né? Seus desfiles também. Esse, em especial, em toda plenitude da palavra, foi em homenagem a seu tutor e mestre, Pierre Cardin. O nome? Swinging Sixties. Seria algo tipo…Dançando os 60’s!

Com muitas referências, seja em estampas, formas, cores, make, cabelo e honestamente? TUDO MAIS, a coleção é o mais anos 60 possível. Como se não bastasse esse baile sessentinha deliciosamente moderno, as pessoas foram nomeadas (sim, cada peça recebe um nome para ajudar na organização do desfile, da divulgação, sabe?) em referência à década: Twiggy Pop, Yellow Submarine, Cardinella, e assim vai.

The two year old master of the couture pose. @ioniconran at @jpgaultierofficial yesterday 💕

A post shared by 𝕮𝖔𝖈𝖔 𝕽𝖔𝖈𝖍𝖆 (@cocorocha) on

O mais fofo foi a modelo Coco Rocha (gravidíssima!) desfilando com sua filhinha, passarela a fora!

RALPH & RUSSO

Assistindo o desfile de Ralph & Russo, não é difícil entender porque eles são uma das marcas mais queridinhas dos tapetes vermelhos de Hollywood. Glamour, elegância, feminilidade, leveza e sem dúvida nenhuma, não tem como passar despercebida num look desses.

A coleção Primavera Verão 2018 é inspirada no Leste, e é rica em texturas: penas, plissados, bordados, brilhos, franjas, tassel, cristais aplicados e muito mais. É tudo muito feminino e absurdamente lindo, eu senti uma mistura meio 40’s com a tal inspiração do Leste, que fica bem claro nas estampas e nas artes dos ornamentos.

Dá para se imaginar encontrar ainda mais Ralph & Russo nos próximos eventos, pode ter certeza.

SCHIAPARELLI

Bertrand Guyon, ao criar sua coleção Primavera Verão 2018, pensou no continente africano, mas não nele em si, idealizou uma deusa, e o que ela usaria em plena natureza africana.

O resultado é uma coleção linda, repleta de referências ao trabalho da estilista da marca homônima, com sua coleção Pagan, de 1938, à natureza africana; uma paleta de cores que remete à natureza e sua fauna e flora; e uma delicadeza e elegância digna de elogios e muito amor.

VALENTINO

Provavelmente uma das marcas mais queridinha das celebs e das fashionistas; mas não se deixe enganar, AGAIN, pelos meus looks favoritos, essa temporada a marca foi all about modernidade, e por mais que não tenha desistido de seus looks mais elegantes e chic, deixou esse seu traço em segundo plano, em favor de um…tipo diferente de elegância. Minha opinião, tá?

Não foi dos meus desfiles favoritos da temporada, mas não dava pra deixar a marca de fora, os looks tinham muito volume, cores, e não precisa olhar duas vezes pra se encontrar várias referências aos anos 80! Uma modernidade com um toque retrô, eu diria. Uma mistura de NY/Paris urbana chic? Mas sempre com sua elegância e feminilidade típica, Pierpaolo Piccoli também não abre mão, ele sabe o que as clientes Valentino buscam.

VIKTOR & ROLF

Ai que desfile colorido, divertido e, gostoso de assistir.

A coleção inteira surgiu da dupla Viktor Horsting e Rolf Snoeren brincando com o cetim japonês, entre laços, flores em seus variados tamanhos, formas e cores, como aplicações e texturas. É delicioso a forma como eles brincam com o tecido e apenas nele o resultado alcançado é super variado e cool!

Tramas variadas, cores, texturas e aplicações, uma paleta quase chiclete e tons de azul e vermelhos, eu amei te ver, Viktor & Rolf.

ZUHAIR MURAD

A verdade é que Hollywood não tem apenas um libanês queridinho, têm dois: Zuhair Murad, de fato, tão amado quanto seu compatriota. Assistindo sua última coleção, a gente sabe porque.

Glamour deveria ser seu nome do meio, seria bem apropriado. Com uma coleção inspirada nos índios nativo americanos, de forma tão fundamental, e bem feita, que parece que o couturier vem trabalhando com esse tema há anos. Looks em paleta variando em tons terrosos a dourados e pretos; texturas entre franjas a bordados, transparências e plissados.

Zuhair Murad nos oferece uma bela homenagem aos Navajos e Iroquis, em particular, em uma coleção linda, sensual e que provavelmente veremos muito nos looks das celebs por aí.

BÔNUS + ELIE SAAB

Foto: Reprodução

Eu acho que se eu tivesse uma fada madrinha, e quisesses me sentir como uma verdadeira princesa, eu provavelmente pediria por um vestido desses. Esse foi o look final do desfile do libanês Elie Saab, sua noiva, e que noiva, ein, mds, eu casava apenas com o vestido, já era feliz!

Olha esse vestido, gente! Não sei lidar, sério! IT’S WHAT DREAMS ARE MADE OF!

Um bônus maravilhoso by Elie Saab, patrocínio: fada madrinha, pls, nunca te pedi nada.

Cada look mais sonho que o outro, né? Tem desses que chega a custar mais de 100 mil euros, sabia? Pois é, migas, bora ganhar na mega da vira!

Não deixa e nos acompanhar nas nossas redes sociais. <3

Instagram: @mimiquices

Tumblr: /mimiquices

Facebook: Mimiquices 

Email: mimiquices@gmail.com


Notice: WP_Query foi chamado com um argumento que está obsoleto desde a versão 3.1.0! caller_get_posts está depreciado. Utilize ignore_sticky_posts no lugar. in /home/allab263/public_html/mimiquices.com/wp-includes/functions.php on line 4031
Deixe o seu comentário!

LAYOUT DESENVOLVIDO POR CHERRY DESIGN • TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO SITE MIMIQUICES | 2016
Scroll To Top